Atrações Culturais

Compartilhe:

Depois de um dia de muito trabalho, nada melhor do que assistir a um show para relaxar e se divertir. Por isso, para fechar cada dia da 2ª Mostra, haverá uma apresentação musical muito especial no Auditório Celso Furtado, sempre às 19h. O grupo Chorando as Pitangas, o Forró do Zé Pitoco e a Orquestra Jovem da Bahia são as principais atrações.

A 2ª Mostra também tem outras atrações culturais para você se divertir enquanto participa do evento. Pelo palco dos Conselhos Estaduais de Psicologia (CRPs), passarão atrações como a Companhia de Arte Andança, o Psicólogo e folclorista Carlos Farias,
entre outros.

Os participantes que se inscreveram também vão mostrar dotes artísticos, como canto, apresentações com instrumentos, leituras de poesias, stand ups, performances e encenações nos espaços livres da Mostra.

Confira os shows principais

Chorando as Pitangas
É possível suingar tocando gaita? É verdade que paulista não sabe tocar samba? Para mostrar que o brasileiro é um ser que se reinventa a cada instante e faz da sua mistura a matéria prima de sua criatividade, o Chorando as Pitangas vem mostrar a mais nova face da música instrumental brasileira! Uma maneira diferente e cheia de malícia de se tocar o melhor do samba e do choro. Tendo à frente o gaitista Vitor Lopes e contando com os melhores e mais requisitados músicos de São Paulo, o Chorando as Pitangas apresenta um repertório selecionado sendo interpretado por um dos instrumentos mais queridos por todos: a gaita de boca! Uma de suas principais características é exatamente aliar a técnica e a sofisticação com muita espontaneidade e bom humor.

Forró do Zé Pitoco
O multi-instrumentista Zé Pitoco apresenta um vasto repertório do gênero, ao lado de grandes instrumentistas como Olivinho Souza na sanfona, Guegué Medeiros na percussão, e as participações de Luciana Alves e Vanessa Moreno, nas vozes e percussão. Durante o show, o grupo deve fazer uma homenagem ao rei do Baião, Luiz Gonzaga.

Orquestra Juvenil da Bahia
Desde 2007, os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) representa uma possibilidade de mudança na vida de jovens e crianças que, através da prática coletiva da música, adquirem ferramentas essenciais ao desenvolvimento pleno
de suas capacidades. O resultado dessa prática é confirmado no alto nível de excelência alcançado pelos músicos das suas orquestras. As orquestras do Neojiba realizaram, até o final de 2011, 176 apresentações, para um público estimado de 117.291 pessoas. Em
2011, apenas a Orquestra Juvenil da Bahia realizou, além de uma importante temporada no Teatro Castro Alves e apresentações em cidades do interior da Bahia, concertos em prestigiadas salas, incluindo apresentações em Londres e Genebra.

A reprodução das notícias é autorizada desde que seja citada a fonte: Conselho Federal de Psicologia.

3 Comments

  1. Ariadne Mara Oliveira says:

    Está chegando a hora...reta final para um grande evento. Com certeza vai superar a I Mostra que foi excelente. Contagem regressiva para o "Universo Psi"

    Reply
  2. Luiza says:

    Estou super empolgada, sou aluna do curso de psicologia e acho que vou aprender muito na amostra.
    Um abraço!
    Marlene Luiza

    Reply
  3. Magna Cristina Meg says:

    ...A Música é uma grande ferramenta para lermos e interpretarmos a subjetividade do "mundo"... ela nos faz escutar, aquilo que as palavras não podem expressar...
    Tenho grande propriedade para falar desta...
    Também quero dar uma canja! srsrs
    Parabéns pela excelência do repertório!!!

    Grata,
    Magna Cristina (Meg)
    Da FJT - Vitória da Conquista

    Reply

Leave a Comment